quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Por que sair de Cena?

Quando eu resolvi tirar o blog do ar, eu passava por uma fase difícil. Muitas dúvidas, insegurança, e muito, muito desânimo.

Alice começou as terapias e acompanhamentos específicos com 6 meses. Desde então temos uma rotina bem cheia e cansativa para poder garantir que ela faça tudo o que pudermos oferecer. No primeiro ano, ela evoluiu bem, foi muito bom. Mas esse ano as coisas estão mais devagar do que eu gostaria.

Agora, com o tempo passando, as dificuldades dela ficam mais visíveis. As diferenças dela para as outras crianças aumentam muito. E as comparações também.

Eu também estava cansada de falar, explicar, e tentar diminuir a "pena" que algumas pessoas sentiam e ainda sentem dela. Eu estava muito, muito cansada de ter que ficar justificando e explicando: Por que a Alice é tão pequena? Por que ela não anda? Por que ela não fala? Por que é tão magra? Por que? Por que? Por que?

Por esse motivo decidimos que eu tiraria o Blog do ar.

Lembrando: o Blog sempre me fez muito bem, pra mim é uma terapia, e eu conheci pessoas maravilhosas através dele. Mas durante um tempo, houve muita curiosidade, especulação e isso me afetou.

Hoje em dia já consigo lidar um pouco melhor com isso, mas é um exercício diário, algo que tenho que trabalhar sempre, pois de vez em quando vem tudo à tona.

Que fique claro que eu nunca tentei ser uma super heroína, alguém que está bem sempre, nunca reclama, que está sempre 100%.
Eu tento sim, fazer o melhor por ela, garantir que tenha acesso a tudo o que pudermos oferecer, tentar não desanimar, acreditar sempre no potencial dela e que seu futuro será tão bom quanto de qualquer outra criança.

Existe a hora de falar e de calar. De expor e se preservar. E cabe a nós entender e respeitar cada um desses momentos, afinal, se estamos nesse mundo, não é por outro motivo senão aprender.




sábado, 2 de agosto de 2014

Mãe Boba, Mãe Feliz!!!

Que eu sou uma mãe coruja e babona todo mundo já sabe né?

Eu tento aproveitar ao máximo os momentos com minha Alice, fotografo, filmo, registro tudo o que posso. E muitas vezes eu compartilho com meus amigos e familiares. Tem gente que critica, é contra, enfim, opiniões não faltam. 

Sei que com essa era digital onde sabemos de tudo em tempo real os cuidados devem ser redobrados. Eu mesma me assustei com o vídeo que postei e alcançou mais de 2 mil pessoas em menos de uma semana.

Mas eu penso o seguinte: A maldade existe sim, e nos rodeia o tempo todo. Disso infelizmente não podemos escapar. E se a gente ficar pensando só nisso, em tudo o que pode dar errado, em tudo de ruim que as pessoas podem fazer contra nós, a gente não vive! Também não acho certo ser escravo da opinião alheia, não acho certo ver maldade em tudo, e acredito sim que assim como o bem, a maldade também está dentro de cada um!

Eu curto, aproveito, me divirto e me emociono muitooo com a Alice. Cada pequena coisa que ela consegue fazer, pra mim é muito gratificante! É muito orgulho dela, gente!

E eu sou feliz assim!!! O mundo tá cheio de coisas e pessoas ruins, vamos contribuir para deixá-lo mais leve, mais lindo, mais fofo!

E tem fofura maior que essa?








Sou boba, mas sou muito, muito feliz!